sexta-feira, dezembro 21, 2007

Onde està o Diniz?


a) Anda a trabalhar...
b) Não anda a trabalhar...
c) Foi às castilhas de motorizada buscar almece!
d) Foi a Sines comprar mais um par de meias brancas...

sábado, dezembro 15, 2007

sexta-feira, dezembro 14, 2007

Uma vez estrelas, convém informar a todos os Acabados deste Mundo os estatutos de Um Acabado que se preze!

ESTATUTOS DO ACABADO

Artº 1 – Definição

a) Define-se acabado como uma espécie de mamifero, vulgo “homo sapiens” que chegou a um patamar evolutivo que fica entre o prof. Alexandrino e o Zézé Camarinha
b) Um acabado acredita (só ele) que não está acabado
c) Familiares, incuindo conjugues não são forçosamente acabados

Artº 2 – Objectivo

a) Todo o acabado tem por única finalidade na vida contribuir para o sucesso...dos outros
b) O objectivo máximo de um acabado é ser comparado um dia ao mitico José Cid

Artº 3 – Condições

a) Acabado que é acabado encharca-se em qualquer lado
b) Um acabado não bebe um copo com os amigos, “encharca-se”
c) Não existem raparigas para um acabado, existem “grelos”
d) Um acabado não faz comentários, diz “brutidades”
e) Um acabado não tem relações sexuais, “emborca-as”
f) Um acabado não adoece, “apodrece”
g) Um acabado não namora, “tá ensiguerado”
h) Um acabado não come, “farta-se”
i) Um acabado não canta, “gane”
j) Um acabado não petisca, “come pão com xouriça de sangue”
k) Um acabado não faz fondue “come calducho e carne do alguidar”
l) Um acabado não sente a ausência da pessoa amada, “tá rebarbado”
m) Acabado não tem pequeno-almoço, tem “mata-bicho”
n) Acabado não tem cabelo,”traz palha d’aço na cabeça”
o) Acabado não solta gases, “destapa amexas”
p) O figado de um acabado é a substância mais parecida com a cortiça de Elvas
q) Um acabado acredita que Bin Laden está nas Castilhas
r) Um acabado não come peixe, papa “Xixitos palmeros com arros de grelos”
s) Na noite de Natal o acabado não ceia com a familia, “come umas sopas da panela e depois emborca 17 mines na companhia de intrujos que só vê uma vez por ano”
t) Na páscoa um acabado não vai para o campo comer o folar, “vai para a piedade encharcar-se em tintol e comer frango assado á bacro
u) Um ser vivo que não respeite as alineas acima descritas NÂO É ACABADO

Artº 4 – Caracteristicas

a) “Grandes zeros” acabam com grandes mulheres
b) Grandes mulheres não têm que acabar
(de livre vontade) com “grandes zeros”
c) Define-se “grande zero” como um acabado
em ponto de rebuçado
d) Tantas vezes vaí um acabado à do burro
que um dia há-de lá ficar
e) Enquanto um acabado vai e vem folgam as moças
f) À noite todos os acabados são parvos
g) Acabados em terra, tempestade no bar
h) Casa assaltada, acabado à porta
i) De acabado e louco todos temos e não é pouco
j) Quem acabado ama, bonito lhe parece
k) Nem devagar vai um acabado longe
l) Quem é acabado,a mais não é obrigado
m) Se não os pode vencer, acaba com eles
n) Entre acabado e mulher, não metas a colher
o) D’um acabado, não vem nem bom vento nem bom casamento
p) Quanto mais alto um acabado sobe, mais alta é a queda
q) Quanto mais magro é o cão, mais as carraças o apoquentam
r) Amigo do meu amigo acabado, acabado é

Artº 5 – Qualidades

O acabado não apresenta qualquer qualidade, quer humana quer desumana

Artº 6 – Inimizades

Por ordem de excelência:

a) Cláudio Ramos
b) Serugas
c) Chatos
d) Bófia sábado á noite
e) Alicraus
f) Os porteros do Classic Pub
g) Gateros das Aldeias
h) Borregas nas nalgas
i) Cabelo à F*
j) Matulos nas gengivas

Artº7 – Coimas e Emolumentos

a) Noites de sábado e dias de Festa sóbrio – 20 €
b) Noites de sábado e dias de Festa “tocado” – 10€
c) Noites de sábado e dias de Festa encharcado – Um louvor na caderneta Mili-bar


Dezembro de 2006
O Gabinete Juridico da Acabadolândia


Hoje M8, as Castilhas e o Castelo de Valongo, amanhã o Mundo e o Montinho do Sabão!

Melhor Blog Português

Os Acabados estão nomeados nas categorias de Humor e Generalista.

Os nomeados são:

Categoria Humor


Categoria Generalista

quarta-feira, novembro 21, 2007

Aniversariantes...

Parece que houve 3 animais de rabo que fizeram anos e ainda não pagaram nada... Reivindicamos minis à borla para o fim-de-semana...

quinta-feira, novembro 15, 2007

Resposta à carta aberta aos Acabados S.A.

Caro Enkidu, compreendo a tua opinião e o teu ponto de vista mas estou em desacordo, não é o blog Acabados S.A. um local de liberdade, opinião e troca de ideias acabadas ou não? Pois bem, acho que todo o Acabado tem o direito de exprimir no nosso inigualavel blog tudo o que lhe vai na alma no momento em que está a ter a inapiração e não depois! Se algum post está a ter uma afluência mais concorrida e se for realmente bom não é por estár em segundo ou terceiro lugar no blog que o vai deixar de ser, como aliás já aconteceu anteriormente. Não vamos complicar as coisas nem criar problemas onde não os há, até porque o objectivo é ter sempre o blog com visitas e participação regulares ou não é? De preferência opiniões e ideias acabadas de qualidade claro está! Sem mais assunto, um abraço para todos os Acabados

Memórias dos Acabados II

Carta Aberta aos Acabados S.A.

Acabados, como sempre foi um sonho (húmido) meu escrever uma carta aberta, aproveito a ocasião porque mais prestigiante que escrever a dita carta, é escrevê-la ainda por cima aos Acabados S. A., esse glorioso grupo de personagens acabadas!

Apenas para sugerir que quando algum tópico por alguma razão estiver de boa saúde com bastantes posts e sem sinais de parar, os acabados não deviam logo colocar novos tópicos porque "matam" o que estava de boa saúde!

Não é um recado para ninguém em especial, mas para todos nós, porque eu próprio já o fiz também. É apenas um facto que já tinha reparado antes, participo nalguns foruns e passa-se a mesma coisa por lá! O melhor é ter o material em stand by à espera da melhor altura!

IU Nô UaD Ai mInnn?

O Campeão Angolano de BOXE està ACABADO!!!!

quarta-feira, novembro 14, 2007

Dicionario do zé zé Camarinha, esse grande Acabado!

I AM LOOKING THE THING BAD STOPPED ------------------ Estou a ver a coisa mal parada

I DO NOT SEE THE POINT OF A HORN ----------------------- Não vejo a ponta de um corno

LOWER THE STONE ------------------------------------------- Arrear o calhau

CHANGE THE WATER TO THE OLIVES ----------------------- Mudar a água às azeitonas

THAT STAYS IN JUDAS'S ASS --------------------------------- Isso fica no cú de Judas

IF YOU DON'T DOOR'S WELL, YOU ARE HERE YOU ARE EATING - Se não te portas bem,
tás aqui tás a comer

PUT YOURSELF IN THE EYE OF THE STREET --------------- Põe-te no olho da rua

I'LL MAKE YOU INTO A EIGHT ------------------------------- Faço-te num oito

PUT YOURSELF AT STICK ------------------------------------ Põe-te a pau

UNSTOP ME THE STORE ------------------------------------- Desampara-me a loja

GIVE WIND TO THE SHOES AND PLIT YOURSELF ---------- Dá corda aos sapatos e pira-te

PUT YOURSELF AT MILES ----------------------------------- Põe-te a milhas

EASE THE GUTS ---------------------------------------------- Aliviar a tripa

PUT YOURSELF IN THE "LITTLE FEMALE GARLICK" ------ Põe-te na alheta

WALKING AT THE SPIDERS ---------------------------------- Andar às aranhas

WATCH PASSING SHIPS -------------------------------------- Ver passar navios

GIVE IN THE VIEWS ------------------------------------------ Dar nas vistas

SON OF THE MOTHER ---------------------------------------- Filho-da-mãe

DAY OF THEY ARE NEVER IN THE AFTERNOON ------------ Dia de S.Nunca à Tarde

YOU'LL CATCH IN THE NOSE --------------------------------- Vais apanhar no nariz

YO, SHOVE ---------------------------------------------------- Oh, pá

BAD, BAD MARY ---------------------------------------------- Mau, mau Maria

AS GOOD AS CORN ------------------------------------------- Boa como ó milho

GO COMB MONKEYS ----------------------------------------- Vai pentear macacos

YOU ARE NOT A MAN, YOU ARE NOTHING ----------------- Não és homem, não és nada

I'D JUMP INTO HER SPINE ---------------------------------- Saltava-lhe para a espinha

YOU ARE ARMING AT FACESTICK OF RACE --------- Estás armado em carapau de corrida

KABOND MUSIC (IF THEY WANT A HUG OR A KISS, WE KABOND, WE KABOND) - Música
pimba (se elas querem um abraço ou um beijinho, nós pimba, nós pimba)

GO GIVE BATH TO THE DOG ------------------------------- Vai dar banho ao cão

I AM DONE TO THE STEAK --------------------------------- Estou feito ao bife

I AM SAND-PAPERED --------------------------------------- Estou lixado

THROW A MOUTH ------------------------------------------ Mandar uma boca

GROW WATER IN THE MOUTH ---------------------------- Crescer água na boca

DEDICATE YOURSELF TO FISHING ------------------------ Dedica-te à pesca

TO BE IN THE JAM ------------------------------------------ Estar na marmelada

PUT YOURSELF WALKING --------------------------------- Põe-te a andar

SWITCH-PAINTS ------------------------------------------- Troca-tintas

TO BE IN THE PAINTS ------------------------------------- Estar nas tintas

THINGS OF THE ARCH OF THE OLD WOMAN ------------- Coisas do arco da velha

IT NEEDS TO HAVE CAN ----------------------------------- É preciso ter lata

TALK CHEAP ----------------------------------------------- Fala-barato

THERE IS WHO HAS CAN FOR ALL ---------------------- Há quem tenha lata para tudo

TILL THE EYE --------------------------------------------- Até à vista

SMACK THE PEACHTREE --------------------------------- Esgalhar o pessegueiro...

domingo, novembro 11, 2007

Memórias dos acabados!

*Artigo de Nuno Markl - para a geração dos 30

*A juventude de hoje, na faixa que vai até aos 20 anos, está perdida. E está
perdida porque não conhece os grandes valores que orientaram os que hoje
rondam os trinta. O grande choque, entre outros nessa conversa, foi quando
lhe falei no Tom Sawyer. "Quem? ", perguntou ele.
Quem?! Ele não sabe quem é o Tom Sawyer! Meu Deus... Como é que ele consegue

viver com ele mesmo? A própria música: "Tu que andas sempre descalço, Tom
Sawyer, junto ao rio a passear, Tom Sawyer, mil amigos deixarás, aqui e
além..." era para ele como o hino senegalês cantado em mandarim.

Claro que depois dessa surpresa, ocorreu-me que provavelmente ele não
conhece outros ícones da juventude de outrora. O D'Artacão, esse herói
canídeo, que estava apaixonado por uma caniche; Sebastien et le Soleil,
combatendo os terríveis Olmecs; Galáctica, que acalentava os sonhos dos
jovens, com as suas naves triangulares; O Automan, com o seu Lamborghini que
dava curvas a noventa graus; O mítico Homem da Atlântida, com o Patrick
Duffy e as suas membranas no meio dos dedos; A Super Mulher, heroína que nos

prendia à televisão só para a ver mudar de roupa (era às voltas,
lembram-se?); O Barco do Amor, que apesar de agora reposto na Sic Radical,
não é a mesma coisa. Naquela altura era actual... E para acabar a lista, a
mais clássica de todas as séries, e que marcou mais gente numa só geração :

O Verão Azul. Ora bem, quem não conhece o Verão Azul merece morrer. Quem não

chorou com a morte do velho Shanquete, não merece o ar que respira. Quem,
meu Deus, não sabe assobiar a música do genérico, não anda cá a fazer nada.

Depois há toda uma série de situações pelas quais estes jovens não
passaram,

o que os torna fracos: Ele nunca subiu a uma árvore! E pior, nunca caiu de
uma. É um mole. Ele não viveu a sua infância a sonhar que um dia ia ser
duplo de cinema. Ele não se transformava num super-herói quando brincava com

os amigos. Ele não fazia guerras de cartuchos, com os canudos que roubávamos

nas obras e que depois personalizávamos.

Aliás, para ele é inconcebível que se vá a uma obra. Ele nunca roubou
chocolates no Pingo-Doce. O Bate-pé para ele é marcar o ritmo de uma canção.


Confesso, senti-me velho...

Esta juventude de hoje está a crescer à frente de um computador. Tudo bem,
por mim estão na boa, mas é que se houver uma situação de perigo real, em
que tenham de fugir de algum sítio ou de alguma catástrofe, eles vão ficar à

toa, à procura do comando da Playstation e a gritar pela Lara Croft.

Óbvio,
nunca caíram quando eram mais novos. Nunca fizeram feridas, nunca andaram a
fazer corridas de bicicleta uns contra os outros. Hoje, se um miúdo cai,
está pelo menos dois dias no hospital, a levar pontos e fazer exames a
possíveis infecções, e depois está dois meses em casa fazer tratamento a uma
doença que lhe descobriram por ter caído. Doenças com nomes tipo "Moleculum
infanticus", que não existiam antigamente.

No meu tempo, se um gajo dava um malho muitas vezes chamado de "terno" nem
via se havia sangue, e se houvesse, não era nada que um bocado de terra
espalhada por cima não estancasse.

Eu hoje já nem vejo as mães virem à rua buscar os putos pelas orelhas,
porque eles estavam a jogar à bola com os ténis novos. Um gajo na altura
aprendia a viver com o perigo. Havia uma hipótese real de se entrar na
droga, de se engravidar uma miúda com 14 anos, de apanharmos tétano num
prego enferrujado, de se ser raptado quando se apanhava boleia para ir para
a praia. E sabíamos viver com isso. Não estamos cá? Não somos até a
geração
que possivelmente atinge objectivos maiores com menos idade? E ainda nos
chamavam geração "rasca"...

Nós éramos mais a geração "à rasca", isso sim. Sempre à rasca de dinheiro,
sempre à rasca para passar de ano, sempre à rasca para entrar na
universidade, sempre à rasca para tirar a carta, para o pai emprestar o
carro. Agora não falta nada aos putos.

Eu, para ter um mísero Spectrum 48K, tive que pedir à família toda para se
juntar e para servir de presente de anos e Natal, tudo junto. Hoje, ele é
Playstation, PC, telemóvel, portátil, Gameboy, tudo.

Claro, pede-se a um chavalo de 14 anos para dar uma volta de bicicleta e ele
pergunta onde é que se mete a moeda, ou quantos bytes de RAM tem aquela
versão da bicicleta.

Com tanta protecção que se quis dar à juventude de hoje, só se conseguiu que
8 em cada dez putos sejam cromos.

Antes, só havia um cromo por turma. Era o totó de óculos, que levava porrada
de todos, que não podia jogar à bola e que não tinha namoradas.

É certo que depois veio a ser líder de algum partido, ou gerente de alguma
empresa de computadores, mas não curtiu nada."


(Nota: ...os chocolates n eram gamados no "Pingo Doce"... Ainda se chamava

"Pão de Açúcar"!!!)

sexta-feira, novembro 09, 2007

terça-feira, outubro 30, 2007

1º SUPER BOCK SUPER BLOG AWARDS

1º Concurso da Superbock para Blogs. Como é lógico, os Acabados não poderiam faltar a um envento destes. A fase de votação só será de 01/07/2008 a 31/08/2008. Ate é lá, podem-se ir inscrevendo no site da Superbock, para isso basta clicar no logo da Superbock e registar.
Abraço

Isto sim, é um Acabado!

...e não durmam à sombra da laranjeira :)

segunda-feira, outubro 29, 2007

segunda-feira, outubro 22, 2007

Concurso MBP07


Caros Acabados, está a decorrer uma votação para o melhor blog português até 30 de Novembro. Para votar, cliquem na imagem.
Façam o favor de votar
Abraço

quarta-feira, outubro 10, 2007

JANTAR DIA 20!!!

Acabados, agora desta é mesmo a sério! Como sabeis está-se a tentar marcar um jantar para dia 20, portanto...

Para o Acabado que esteja registado no blog, pode dizer directamente aqui e dizer quantas pessoas vão!

Para o Acabado que não esteja registado, ou ainda para quem quiser ir e que ainda não seja Acabado, mas que o deseje profundamente, deve enviar e-mail para moi mêmme: enkidu76@gmail.com

Marcações até 16OUT, porque não sabemos se o local estará disponível. Quem não quiser ir, no problema, basta não dizer nada!

Passem a palavra

No fim da noite haverá brindes, tais como perus, truqueses, gateros com matulos, naprons, e bailaraino(a)s para toda a gente!

P.S. Levem as t-shirts
P.S.2 Esta mensagem destruir-se-á automaticamente após 666 dias!

domingo, outubro 07, 2007

Acabados FM

Foi desenvolvido um projecto de rádio para Acabados. Que acham da ideia?
Abraço

Estou com os copos ou não??parece a dobrar...

NA IMAGEM DA ESPIRAL CLIQUEM EM CIMA QUE ABRE OUTRA JANELA;DEPOIS OLHEM 40 SEGUNDOS PARA O CENTRO ;)

terça-feira, outubro 02, 2007

Apolina procura Deus

Apolina era muito curiosa. A primeira palavra que tinha pronunciado não fora
"pai", nem "bolo", mas "porquê". Porque é que as nuvens são brancas? E
porque é que os peixes são vermelhos? Até aqui, ainda vá. Mas as perguntas
mudam com a idade. Um dia perguntou quem era aquele Deus de quem tanto se
falava.

— Deus é como um grande pai com uma barba branca. Mas não é um Pai Natal.
Deus criou o mundo e criou-nos a nós. Deus vive no céu. É assim, minha
querida — respondeu a mãe.

— Ai sim? E quando era criança onde vivia? Teve de ir à escola pelo menos a
partir dos seis anos?

A mãe suspirava fundo:

— Minha querida, Deus nunca foi pequeno, sempre foi grande e bom. E, graças
a Ele, nós somos grandes e bons.

— Mas nesse caso — perguntou Apolina — porque é que no domingo passado me
roubaram a minha bicicleta? Hem, mamã?

A mãe de Apolina suspirou e sacudiu a cabeça.

— É verdade. Deus não impede que haja tremores de terra, nem roubos de
bicicletas, nem zaragatas nos recreios. Deus não pode impedir que os homens
se matem entre si, é assim. Mas agora, deixa-me trabalhar, por favor.

Era a primeira vez que Apolina ficava a sós com as suas questões. Pôs-se no
canto do quarto, de mãos na cintura:

Deus, se existes, faz aparecer imediatamente um bolo de chocolate com
pedacinhos dentro. Agora mesmo! — Mas nada se mexeu.

É evidente. — Vá lá, eu sou simpática… Pode ser… uma chupeta. Um chupa. Um
chupa-chupa de Coca-Cola. — Fechou os olhos com muita força e abriu-os
depois. — Faz lá um milagre, que eu acredito em ti!

Mas, é claro, nenhum chupa-chupa caiu do céu.

No dia seguinte, na escola, Apolina falou disto a Clara, Henrique e João.

— A minha mãe disse que Deus não existe. Eu acho que Deus é o Pai Natal —
respondeu João. — Ambos têm barba branca e nunca são vistos. Só no dia de
Natal é que ele desce à terra com um fato vermelho.

Clara disse-lhe:

— O meu pai disse-me que há muitos, muitos deuses! Há o deus do vento, o
deus da chuva, o deus do trigo…

E Henrique disse-lhe:

— A minha mãe pensa que Deus está sempre escondido. É invisível, e para ser
encontrado, é preciso ir-se longe, muito longe… ao deserto, ao céu. Ou à
floresta.

Todas estas explicações pareciam sólidas, o que complicava ainda mais as
coisas. Apolina preparou o saco. "O Henrique tem razão. Tudo acontece na
floresta", pensa ela. "Foi lá que o Capuchinho Vermelho encontrou o lobo;
foi lá que o Caracolinho de Ouro viu os três ursos. Lá, eu vou encontrar
Deus". E Apolina mergulhou profundamente na floresta. Andou quilómetros e
quilómetros sem encontrar nada. Encontrou, por fim, um tentilhão a saltitar
alegremente.

— Bom dia, tentilhão! Ando à procura de Deus! — disse Apolina.

— Deus é a Primavera, os ninhos, os bichinhos e, acima de tudo, o sol —
disse o tentilhão, batendo rapidamente as asas. — Adeus!

Apolina suspirou e abanou a cabeça. Foi mesmo uma resposta à tentilhão!
Retomou corajosamente a marcha. Algumas centenas de metros adiante, um
coelho cor de cinza saltou à sua frente. Apolina fez-lhe a mesma pergunta:

— Por acaso não viste Deus?

O coelho parou, alisou os bigodes com ar triste.

— Há meses atrás, ter-te-ia dito que estava aqui, longe das balas e das
espingardas. Mas, no domingo passado, a minha mãe foi morta por um caçador.
Então, para que serve haver um Deus, se ele permite que te matem?

— É verdade — disse Apolina. — Nós também temos tremores de terra,
catástrofes, fomes… E no domingo passado, eu também fui roubada.

Mas o coelho já tinha ido embora.

O sol começava a descer e Apolina tinha fome e sede. A pergunta causava-lhe
um enorme buraco na barriga. Com saudades do seu quartinho aconchegado, mas
cheia de perguntas, foi então que viu… não Deus, mas um duende minúsculo com
uma cabeleira azul que criava um halo na noite escura. Apolina ajoelhou-se e
preparou a sua voz, porque sabia que, quando se assustam, os duendes
desaparecem num abrir e fechar de olhos.

— Diz-me, duende… Eu queria ver Deus, perguntar-lhe se nos ama ou se não
quer saber de nós — disse Apolina. — Sabes onde posso encontrá-lo?

— Oh, oh! — respondeu o duende na sua minúscula voz. — Lamento, minha
querida menina, mas é impossível ver Deus. Sabes porquê?

— Não!

— Deus é muito tímido e esconde-se em toda a parte. Deus está no sol, em
cima dos choupos, quentinho, redondo. Está no perfume das folhas, na
Primavera que volta após o Inverno, na nuvem cor-de-rosa que se estende lá
longe, na música, tão linda e tão triste, que te faz vir as lágrimas aos
olhos. Quando gostas de alguém e quando lês um livro maravilhoso que mexe
contigo, Deus está lá também. — E o pequeno duende abanou a cabeça — Não
encontrarás Deus no barulho, não o encontrarás se andares a correr, se te
rires espalhafatosamente, e talvez até se o procurares demasiado. Às vezes,
quando fico sentado assim, de nariz ao vento, com o sol a dar-me na cara,
pois bem, eu ouço e vejo Deus, mesmo com os olhos fechados.

Apolina não dizia nada, mas pensava: "Eu também." E o duende olhou para
Apolina.

— Agora, menina, volta para casa! Não é preciso analisar nem explicar tudo,
se não, Deus vai-se embora tão depressa como veio. Ele não só é tímido, como
detesta explicações.

Apolina despediu-se e agradeceu muito. Foi-se embora com um pouco menos de
curiosidade e muita emoção na garganta,

Quando chegou a casa, sentou-se ao piano. E tocou durante muito tempo até
lhe virem as lágrimas aos olhos. Era a primeira vez que lhe acontecia. Era
um pequeno milagre, e muito melhor do que um chupa-chupa de Coca-Cola. Para
o pardal era a Primavera, para o coelho era o silêncio.

— Para mim, Deus é a música — decretou ela.

Mais tarde, Apolina tornou-se pianista, o que, por estranho que pareça,
diminuiu um pouco a sua curiosidade.

Tradução e adaptação

Sophie Carquain

terça-feira, setembro 25, 2007

sexta-feira, setembro 21, 2007

terça-feira, setembro 18, 2007

Scolari, mete aqui os olhos
lego à lá terror

nova técnica de corrida à lá tony ramos

sexta-feira, setembro 14, 2007

Truquezes Productions presents....

Está na hora de dar um passo em frente, e criar a nossa própria produtora de filmes...sim porque Acabado que é Acabado estreia-se em todo o lado!
Para começar, o nome do filme: "A Fuga das Masmorras da Cobra Moura numa Sachs Fuego V5".
Personagens poderíamos ter por exemplo, Yakina Kazahka uma empregada de leste, Mohamed Talajhan um árabe poderoso que descobre reservas de vinho tinto a profundidades inimagináveis através das suas guias do bidoge, Toni di Braga um mercenário italiano, Toinne Ramalhov um psico killer eslavo, e por ultimo El Terror um chefe da rebelião colombiana.
Isto são só sugestões, podendo ser alteradas. A história poderá começar a ser escrita aqui. Aceitam-se as vossas sugestões desde que os nomes não sejam directos, mas sim alterados. Atenção aos nomes!!!!
Abraço

Mais bocas d'engate p'ra Acabados...

Só queria que fosses uma pastilha elástica para te comer o dia todo.


Tens um cu que parece uma cebola! É de comer e chorar por mais!


És como um helicóptero: gira e boa!


Belas pernas! A que horas abrem?


Ó Febra! Junta-te aqui à brasa!


Ó joia! Anda aqui ao ourives.


Ó linda, sobe-me à palmeira e lambe-me os cocos...


Sabes onde ficava bem essa tua roupa? Toda amarrotada no chão do meu quarto


Contigo filha, era até ao osso!


Quem me dera que fosses um frango para te pôr um pau no cú e fazer-te suar...

Quem me dera que fosses um carrossel para te montar o dia todo por 100 paus...

Não és nada má! Já tive pior e a pagar!


Quem me dera ser um barco pirata para ir descobrir o teu tesouro!"


Andas na tropa?!... É QUE JÁ MARCHAVAS!


Sobe aqui ao andaime, que eu já estou com ele montado!


Ó menina!! Caiava-te toda... por dentro!!!


Ó princesa queres ve-la tesa???


És católica?... É que tens um cú, valha-me Deus!

Se é verdade que somos o que comemos, eu amanhã podia ser tu!!!

"Come to me", que eu como-te a ti...

Com uma montra dessas..., imagino como é que é o armazém!

Olha, queres ir lá a casa para ouvir música? Se depois não gostares da música, podes vestir-te e ir embora...

As namoradas dos meus amigos para mim sao como homens. Só lhes vou ao cú!!!


Pareces uma sereia. Metade pessoa metade baleia.




sexta-feira, setembro 07, 2007

quarta-feira, setembro 05, 2007

Inepcis - Os Verdadeiros

Pois é pessoal, cá estão eles de volta, agora em exclusivo para vocês...só falta o som! Mais uns tempos e teremos som dos Inepcis por aqui ou mesmo vídeo quem sabe :) Abraço


E pensava eu que era acabado!

segunda-feira, setembro 03, 2007

domingo, setembro 02, 2007

Quem quer falar com Deus?

Querem falar com Deus?
A oportunidade do Acabado conhecer o seu semelhante. Visita e pergunta o que quiseres (em inglês, pensava que Deus era poliglota mas parece que não:))
aqui

sexta-feira, agosto 31, 2007

Grande Concurso "As grandes camadas"


Apanhaste uma camada destas, duas, três?? Tens o figado feito em iscas?? Tens fotos do acontecimento?? Então coloca aki a fotografia k fez de ti 1 ACABADO da buida!!!!!
1° Prémio - 1 balde d'almeçe e 1 palaia d'Arronches

terça-feira, agosto 28, 2007

Votação Lápis Azul

Como devem ter reparado, a votação ja foi encerrada.
Pois bem, ganhou a segunda hipotese com 11 votos, o que significa que todos os comentários menos próprios serão eliminados.
Quem gostar assim tudo bem, quem não gostar só tem um remédio...mude-se! Lá diz o velho ditado: "Quem está mal que se mude!"
Abraço

segunda-feira, agosto 27, 2007

quarta-feira, agosto 01, 2007

Um clássico dos ACABADOS de Verão...

1º Aniversário dos ACABADOS - Jantar

Caros amigos ACABADOS.

Em Outubro, mais propriamente dia 24, o nosso Blog fará 1 ano de existência. Assim, e como festejar antecipadamente dá azar, dia 20 (Sábado) desse mês era o dia perfeito para o nosso primeiro jantar de ACABADOS.
Propunha que fosse feito à do Sampicho (filho da Maria Palmira), já que este tinha as melhores condições de ser um verdadeiro Acabado…

Assim, gostava de ouvir as vossas opiniões e de convidar todos os colaboradores, participantes (excepto os anónimos) e a GNR. Apenas se podem levar armas brancas e um segurança cada, para que fiquem todos em pé de igualdade.
PS: Eu levo uma truquês e o Gordo das Bombas, com bigode.

Vá, o que dizem da iniciativa???

terça-feira, julho 31, 2007

Uma questão existencial

Amigos ACABADOS! (Não camaradas, hã!)

Devido ao recente turbilhão de acontecimentos neste blog, emanciparam-se em mim algumas questões existenciais. Acerca do blog, claro!
Não serve este espaço apenas para uma saudável confraternização entre amigos ACABADOS?
Não será apenas um local de libertação das brutidades que perturbam a nossa vivência quotidiana?
Não estarei eu apenas a escrever porque neste preciso momento não tenho mais nada para fazer, mesmo nada, nada, nada? Nem defecar ou urinar ou coçar as partes baixas?
Pois bem! A questão que me assola e impele a escrevinhar estas parcas linhas é que foram feridas aqui algumas susceptibilidades. Eu próprio feri algumas e estou ciente disso! Por isso peço as minhas humildes desculpas (excepto aos anónimos!).
Mas a principal questão é esta:
Para que foi criado este blog e porque o utilizamos?
- Para nos rirmos (certamente)
- Para nos rirmos uns dos outros?
- Para nos rirmos dos outros?
- Para nos rirmos uns de outros?
Tentarei, num exercício reflexivo encontrar as minhas respostas.
Aguardo também os vossos comentários.
Bom... e agora está na hora de ir pôr a mesa para jantar. Amanhã por esta hora cá estarei outra vez. Ou então não.

D'um ACABADO para os outros ACABADOS.

Comunicado da direcção

Caros co-ACABADOS,

Sofremos nos ùltimos dias graves ataques à integridade intelectual e bom nome das nossas pessoas, por parte de individuos que nunca estarão à altura de se denominarem ACABADOS!!
Como ACABADOS que somos, resta-nos fazer o que o grande ACABADO Herodes fez...passo a explicar:

Acontece que o individuo que fez o filme "laranjas de montoito" , a circular no youtube tem um blog:

http://sassequece.blogspot.com/

Tudo o que a direcção deste mitico blog apela è que a partir de hoje enchamos o blog deste estrupador de laranjas d'aquilo que nos vai na alma!
Os ACABADOS são quem mais ordena!!

Cumprimentos a todos os ACABADOS

A direcção do blog

terça-feira, julho 10, 2007

segunda-feira, julho 09, 2007

Alguém conhece estes atrasados mentais que brincam com o nome imaculado de Montoito?